GERDAU ENCERRA 1º TRIMESTRE COM EBITDA AJUSTADO PARA R$ 2,4 BILHÕES

0
79

Primeiro uma explicação: O que é o EBITDA de uma empresa?

EBITDA – Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization – é um dos indicadores utilizados para fazer a medição dos resultados das empresas. Em portugues, essa métrica significa “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”

A Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, encerrou o primeiro trimestre de 2023 com Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de R$ 4,3 bilhões, com margem Ebitda ajustada de 22,9%. O Ebitda ajustado da Operação de Negócio América do Norte somou R$ 2,4 bilhões no período, com margem Ebitda de 30,2%.

 Por sua vez, o lucro líquido ajustado da Companhia alcançou R$ 2,4 bilhões entre janeiro e março deste ano. No mesmo período, a Gerdau registrou receita líquida de R$ 18,9 bilhões, com as vendas físicas de aço totalizando 3 milhões de toneladas.

 “A Gerdau registrou, entre janeiro e março de 2023, mais um trimestre com sólidos resultados mesmo diante de um cenário global desafiador, obtendo o segundo melhor Ebitda ajustado para o período, que totalizou R$ 4,3 bilhões. Este desempenho reflete uma demanda estável por aço nos primeiros meses do ano, bem como a resiliência dos nossos modelos de negócios, além do mindset ágil e inovador da Companhia, centrado nos desafios e necessidades de seus clientes e demais stakeholders”, afirma Gustavo Werneck, diretor-presidente (CEO) da Gerdau.

 “O forte resultado financeiro alcançado no primeiro trimestre de 2023 reflete os esforços dos nossos times pela busca contínua de excelência operacional. Vimos no período uma importante retomada das vendas físicas de aço e uma redução de custos, o que resultou na melhora das margens em todas nossas operações de negócio na comparação com o quarto trimestre de 2022”, diz Rafael Japur, CFO da Gerdau.

Investimentos em CAPEX alcançam R$ 954 milhões no 1º trimestre de 2023

 Ao longo do primeiro trimestre de 2023, a Gerdau investiu R$ 954 milhões, dos quais R$ 676 milhões em manutenção e R$ 279 milhões em projetos de expansão e atualização tecnológica. Para 2023, o plano de investimentos da Companhia está estimado no valor de R$ 5 bilhões, contemplando projetos de CAPEX voltados à manutenção, expansão e atualização tecnológica de suas operações.

Mineração

 A Gerdau, por meio das melhores práticas de mineração sustentável e da adoção das tecnologias mais modernas disponíveis, já está utilizando, desde fevereiro de 2023, apenas o método de empilhamento a seco para a disposição de 100% dos rejeitos provenientes de seu processo de produção de minério de ferro no estado de Minas Gerais.

Pagamento de dividendos será realizado nos dias 29 e 30 de maio de 2023

A Gerdau S.A. e a Metalúrgica Gerdau S.A. pagarão dividendos nos dias 29 e 30 de maio, respectivamente. Na Gerdau S.A., serão pagos R$ 892,0 milhões na forma de juros sobre o capital próprio (R$ 0,51 por ação) e na Metalúrgica Gerdau S.A. serão pagos R$ 309,8 milhões, sendo R$ 258,2 milhões (R$ 0,25 por ação) na forma de juros sobre o capital próprio e (R$ 51,6 milhões (R$ 0,05 por ação) como dividendos sobre a posição de ações detidas em 15 de maio de 2023.

Sobre a Gerdau

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,89 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,91 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA